#Eu Faço Psicologia: Séries da Netflix

21:42

Fala, galera!

Uma das colunas que eu mais amo de fazer encalhou, e para compensar a demora já veio o combo: TRÊS SÉRIES INCRÍVEIS disponibilizadas pelo mozão aka netflix. Aproveito pra dizer que esta coluna potencialmente irá crescer muito em 2k18, pois iniciarei um projeto na facul de Psicologia e Cinema!!! [infinitas exclamações] Então pretendo alimentar muito o blog com os debates gerado, SPOILER ALERT: vai ser lindo!

Eu Faço Psicologia é uma sequência de posts onde cito alguma série, livro ou filme com referências à psicologia, com intuito acadêmico de exercitar conteúdos da graduação, mas também de entreter o leitor com uma análise diferente. Gostaria de influenciar outras blogueiras a fazerem o mesmo com suas áreas de graduação, uma boa forma de exercitar o que aprendemos e divulgar o curso.
Sinopse: Estados Unidos, 1977. Holden Ford (Jonathan Gross) e Bill Tench (Hold McCallany), dois agentes do FBI, possuem um plano ambicioso em mente: desenvolver a primeira pesquisa nos EUA sobre a mente dos assassinos. Para isso, eles precisam ganhar a confiança dos detentos e superar uma série de desafios.

Bom, eu não sou uma grande fã de psicologia criminal. Acho interessantíssimo o estudo de serial killers, porém dentro da psicologia pego minha bike e vou embora. Quando comecei a assistir a série estava cursando a disciplina de Testes Projetivos, que fala muito sobre as tendências do sujeito através dos resultados de análise de desenhos e as interpretações destes, bem porcamente falando. (Se você faz psicologia já passou por Rorschach, eu te venero). A série aborda os passos da Psicologia (ou estudo comportamental) junto aos já fechados métodos do FBI. É interessante os resultados conseguidos só por uma mudança no interrogatório. A gente consegue inclusive acompanhar como tudo isso afeta aos agentes por estarem em contato com essas mentes tão complexas. O ritmo é vO bom é que a segunda temporada está garantida. 

Mindhunter é estudo do comportamento humano, é serial killers, é psicologia.

Sinopse: A investigação acerca de um crime precisa acabar quando se sabe qual foi o crime e quem foi o criminoso? Quando uma jovem mãe de família comete um crime nefasto em público e se vê incapaz de explicar o motivo que a levou áquele estado de fúria súbito, um investigador se torna cada vez mais obcecado em entender as profundezas da psique da mulher, desenterrando os momentos de violência que ela tenta manter no passado, longe dos olhos do mundo.

Eu subestimei este HINO de série. No começo estava bem confusa, demorou um tempo até eu entender o que a série queria trazer. PORÉM, beus abigos, quando ela deu o start real eu não conseguia parar de ver. Tem um background forte com os estudos da psi: as lembranças que ela tem são modificadas da versão real, com substituição de sujeito, com analogias e outros, bem da estrutura que a nossa censura ICS/CS faz. Achei incrível! Vale muito a pena assistir <3 Conta até com o método hipnótico. AMO!

The Sinner é trauma psicológico, é sessão de hipnose, é psicologia!

Sinopse: Grace Marks (Sarah Gadon) é uma jovem irlandesa de classe média baixa, que decide tentar a vida no Canadá. Contratada para trabalhar como empregada doméstica na casa de Thomas Kinnear (Paul Gross), ela é condenada à prisão perpétua pelo assasinato brutal do seu patrão e da governanta da casa, Nancy Montgomery (Anna Paquin). Passados 16 anos desde o encarceramento da imigrante, o Dr. Simon Jordan (Edward Holcroft) se apaixona por Grace e fará de tudo para descobrir a verdade sobre o caso.

Se Mindhunter e The Sinner me deixaram com o pé atrás no começo, Alias Grace me ganhou de primeira. A personagem é toda misteriosa e você não sabe se está ou não do lado dela. A série traz sessões de "terapia" para analisar Grace, e mostra bem a transferência e contratranferência. Também tem uma possível dupla personalidade (ou seria mesmo uma possessão?). A série deixa algumas pontas soltas para que o próprio expectador interprete. Eu gosto de pensar nas duas possibilidades como contexto histórico: na época a espiritualidade era mais sólida que a psiquiatria, então é comum que a sociedade ficasse com a ideia da possessão. Vejam e façam suas apostas!!

Alias Grace é sessão de terapia, é personalidade excêntrica, é psicologia!

Não deixem de comentar o que acharam da coluna de hoje, se já assistiram alguma das séries e dicas para o quadro. :)

You Might Also Like

11 comentários

  1. Oi, Lud!

    Primeiramente, que legal que você cursa psicologia e conseguiu trazer isso pro blog de alguma forma, que no caso foi através das séries. Achei muito bacana. Eu queria muito assistir Mindhunter, mas desanimei logo no primeiro ep, daí agora ando com preguiça de arriscar de novo haha. Mas Alias Grace, que série boa, gente! Nossa, adorei, é viciante o mistério, em qual versão acreditar. To vendo uma agora, se chama The Alienist. Sei que você não é chegada em psicologia criminal, mas essa série em questão tem uma vibe bem diferente, então talvez você vá curtir. Ótimo post!!

    xx Carol
    Estou promovendo um Booktour do meu livro chamado O Poder da Vingança, vem se inscrever pra participar!
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Realmente, Mindhunter é bem cansativa no começo. Alias Grace é amor até o fim hahaha
      Vou procurar a série que indicou. Sempre bom conhecer novas!!
      bjo

      Excluir
  2. Gostei dessas dicas, viu! ;)

    beijos!

    http://ludantasmusica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lud!
    Menina, dessas eu assisti toda Alias Grace e falta eu terminar Mindhunter, mas amo demais <3
    Sinner estou com um pé atrás.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da Folia Literária 2018: cinco kits, cinco sortudos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se gostou de Alias Grace deve gostar de The Sinner, só precisa confiar rs

      beijo

      Excluir
  4. Eu não conhecia nenhuma dessas séries, mas achei todos os enredos bem interessantes. Amei as dicas!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/2018/02/top-7-novidades-da-semana_17.html

    ResponderExcluir
  5. tens de ver "la casa de papel", é muito boa!!
    adorei o teu blog! ganhaste uma nova seguidora!
    passa no meu e diz o que achas!
    beijinhos
    http://eyeelement.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já assisti todas as duas temporadas hahaha MARAVILHOSA

      Excluir
  6. já estou a seguir, estou super curiosa para o que vem ai!!!
    não conhecia nenhuma, do genero a unica que sigo é mentes criminosas e gosto imenso
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ivânia! Se curte o gênero vai gostar dessas.
      um beijo

      Excluir

✖ Antes de tudo leia a postagem
✖ Só comente caso tenha algo - em relação ao post - para dizer
✖ Avise quando seguir o blog, é certo de que seguirei de volta
✖ Deixe sempre o link do seu blog no final do comentário para que eu possa retribuir a visita
✖ Aceito TAGs, basta deixar o link da postagem - também no final do comentário
Obrigada pela visita, beijos!

Instagram

Facebook

Twitter

Subscribe