#Resenha: O diário de Anne Frank

15:35

Ei! 
Hoje vim com uma resenha de um livro que me encantou muito. Ganhei ele do meu primo quando estava no Rio, a leitura se estendeu por uns dois meses, ou mais. Mas o que importa é que finalizei e gostei muito.

Autor: Anne Frank
Número de Páginas: 373
Editora: BestBolso
Avaliação: 
12 de junho de 1942 - 1° de agosto de 1944. Ao longo deste período, a jovem Anne Frank escreveu em seu diário toda a tensão que a família Frank sofreu durante a Segunda Guerra Mundial. Ao fim de muitos dias de silêncio e medo aterrorizante, eles foram descobertos pelos nazistas e deportados para campos de concentração. Anne inicialmente seguiu para Auschwitz e mais tarde para Bergen-Belsen.
Todo mundo já ouvi falar na pequena Anne Frank. Uns pela importância histórica, outros através de alguma reportagem na tv, ou até mesmo lendo A Culpa é das Estrelas. Eu adoro livros reais! E quando ganhei este fiquei super ansiosa para ler.

Anne tinha apenas 13 anos quando começou a escrever no seu diário, as questões abordadas, o modo como via a guerra e seus argumentos impecáveis nos encantam e nos fazem desejar que Anne tivesse vivido mais alguns anos. Mesmo tão nova já tinha uma personalidade forte e era muito inteligente. Há quem diga que o diário é uma grande farsa e que não tenha sido escrito pela garota. Mas, no início do livro, Anne comenta sobre sua educação e isso nos faz notar que ela era muito bem educada, digo no sentido de escolaridade. Ou seja, não é impossível, por mais nova que seja, para uma menina com grande alcance intelectual ter o escrito.


Sou minha crítica melhor e mais feroz. Sei o que é bom e o que não é. A não ser que você escreva, não saberá como é maravilhoso; eu sempre reclamava de não conseguir desenhar, mas agora me sinto felicíssima por saber escrever. E se não tiver talento para escrever livros ou artigos de jornal, sempre posso escrever para mim mesma. Mas quero conseguir mais do que isso. Não consigo me imaginar vivendo como mamãe, a Sra. van Daan e todas as mulheres que fazem o seu trabalho e depois são esquecidas.
Anne chamava seu diário de Kitty, e o escrevia em forma de cartas. O livro é muito interessante, como se estivesse ver a guerra através dos olhos de uma menina judia que vivia escondida nos dá uma perspectiva diferente sobre a época, além de nos fazer refletir sobre nossas próprias vidas. Anne não deixou de se dedicar aos estudos, e até se apaixonou, mesmo vivendo trancada em um anexo secreto, como chamava sua nova casa.
Ando de cômodo em cômodo, subo e desço as escadas e me sinto um pássaro de asas cortadas, que fica se atirando contra as barras da gaiola. "Me deixem sair para onde existem ar puro e riso!".
Temos a oportunidade de conhecer cada um dos moradores do anexo, já que, em várias passagens, Anne faz uma análise de seus comportamentos. É bom saber como se comportavam. Uns não se deixavam abalar facilmente, enquanto outros ficavam facilmente desmotivados e tristes.
Anne tinha um ótimo relacionamento com o pai, é sempre emocionante ler o que ela diz sobre ele, sempre que lia algo imaginava a reação de Otto Frank ao ler o diário pela primeira vez. Mas, as coisas não eram nada boas entre Anne e sua mãe. Em várias "cartas"  ela reclama de Edith Frank, em algumas demonstrando até ódio e desgosto. Me identifiquei muito com Anne nessa parte. 
Digo a mim mesma, repetidamente, para não ligar para o mau exemplo de mamãe. Só quero ver o lado bom, e procurar dentro de mim o que falta nela. Mas isso não funciona, e o pior é que papai e mamãe não percebem suas próprias incapacidades nem como eu os culpo por me deixarem deprimida. Será que existem pais que façam os filhos completamente felizes?
Como disse antes, Anne se apaixona por um dos moradores do anexo, Peter Van Pels. A história dá um up quando isso acontece. A partir daí eu já não conseguia me desgrudar do livro. 
O diário de Anne Frank promete muitas emoções: é em partes engraçado, triste e, o mais legal, real.
Preciso ter alguma coisa além de um marido e de filhos a quem me dedicar! Não quero que minha vida tenha sido em vão, como a da maioria das pessoas. Quero ser útil ou trazer alegria a todas as pessoas, mesmo àquelas que jamais conheci. Quero continuar vivendo depois da morte! E é por isso que agradeço tanto a Deus por ter me dado este dom, que posso usar para me desenvolver e para exprimir tudo que existe dentro de mim!
Ah, Anne! Se você ao menos soubesse...

You Might Also Like

35 comentários

  1. Tenho muita vontade de ler esse livro
    Esse período histórico me chama bastante atenção
    Ainda mais por se tratar de uma história real
    Já estou seguindo *~

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já sigo seu blog também!
      Também me interesso muito pelos livros dessa época, e olha que não gosto de história.

      Excluir
  2. Eu ainda não li esse livro,mas eu vou ler...é uma das minhas metas desse ano,bom tenho vários livros na frente mas tenho certeza que vou conseguir.
    O livro de Anne Frank acho que é um dos mais conhecidos,porque já ouvi falar dele várias e várias vezes e nunca tive a oportunidade de ler,mas sei que vai valer a pena.
    http://vinteanoos.blogspot.com.br
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha Tô na mesma que você. Lista enorme!! Mas vai valer a pena sim :)

      Excluir
  3. Tenho muita vontade de ler esse livro, tenho que antes comprar o exemplar...
    Vejo sempre falando bem do livro, eu sei que tem gente que não gosta, eu espero que quando eu ler eu chopre muito rs

    amandatsale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oii...
    Morro de vontade ler esse livro, vejo tantos comentários bons sobre ele!
    Parece ser de uma profundidade incrível, vou providenciar o meu já!
    Beijooos ;**

    Mariana
    leitoraonline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é! Você começa a ver o mundo com outros olhos :')

      Excluir
  5. Nunca tive a oportunidade de ler, mas eu queria tanto! Agora que li algumas citações aqui estou mais louca ainda pelo livro. Adorei a resenha!

    Bjs, Raquel.

    morethanaworld.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! O livro tem várias citações incríveis!

      Excluir
  6. Preciso tirar uma tempo para ler este livro. Ele é leitura obrigatória e eu to sentindo falta de ler algo assim. Adorei a resenha!

    Beijos, http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Ele traz muito conhecimento tanto da época como para nossas vidas.

      Excluir
  7. Gostei da sua resenha, esse livro é bem conhecido. ♥

    >> Nosso blog, visite!
    - xoxo –

    ResponderExcluir
  8. Faz tempo que venho desejando ler este livro, sua resenha está maravilhosa, e só me animou mais para dar um jeito de lê-lo urgente!!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho muita vontade de ler esse livro, tem cara de ser muito bom mesmo! Já tinha escutado falar muito bem, mas lendo sua resenha fiquei querendo ler mais porque deu pra conhecer direito :3

    Beijos da Tabatha!
    www.naocontapraninguem.com
    www.youtube.com/blogncpn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é muito legal! Que bom que lhe dei um incentivo. Leia mesmo e tenha uma ótima leitura ;)
      beijos

      Excluir
  10. Oii,

    Eu tenho que colocar na lminha lista, porque faz um tempo que quero ler.
    Gostei da sua resenha!

    Beijinhos,

    entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficou um tempão na minha lista, mas depois que li desejei ter lido antes.
      Obrigada!

      Excluir
  11. Eu li esse livro esse ano, faz pouco tempo até... E meudeus eu amei esse livro... É triste? É sim, mas tirando essa parte, o que eu posso dizer sobre o diário... Anne apesar de ser nova ela escreve muito bem, e a maneira que ela descreve as coisas é fantástica. Eu fiquei apaixonada por esse livro. E sua resenha ficou maravilhosa.

    Beijos
    http://garotaeseuslivros.blogspot.com.br/
    https://www.youtube.com/user/anacrisinah <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a maioria que leu o livro pensa como você, inclusive eu. Obrigada!

      Excluir
  12. Esse livro é mesmo mega famoso e pra quem gosta realmente muito marcante
    AltoseBaixos

    ResponderExcluir
  13. Todos falam que é realmente muito bom esse livro, mas nunca tive a oportunidade de ler :/

    http://antesqueanoitecaia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Já li esse livro e acho ele muito interessante, porque podemos conhecer um pouco mais sobre a realidade que muitas famílias tiveram que viver nessa época. Ótima resenha!
    Beijos, Lerissa. :D
    lerissakunzler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é super interessante, adoro livros com essa temática. Acho que é o terceiro que leio e tenho mais três na lista.
      Obrigada :)

      Excluir
  15. Foi um dos primeiros livros que eu li :D Não poderia ter começado de maneira melhor hehe Gosto muito de ler sobre o nazismo, segunda guerra mundial e afins. E o diário ganha dentre todos esses por ser bem pessoal, principalmente pra "nós" meninas, por ser como uma conversa com alguém da nossa idade. Estou pra ler um que conta a versão de uma meia-irmã dela (na verdade enteada do pai dela, depois que todos morrem e só ele sobrevive ele se casa novamente). Sem muitas palavras sobre esse livro, leitura obrigatória! haha <3 Beijão!

    www.garotasdemustache.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, é um livro bem íntimo, me senti amiga de Anne. Sofri com ela em todas as passagens mais tristes. Interessante esse que comentou, vou procurar, assim que ler faça uma resenha. Vou adorar!
      beijos e obrigada pela visita :D

      Excluir
  16. Olá!
    Eu li esse livro e me encantei com cada trecho dele, a história da Anne é real e linda. Tudo o que ela passou e, ainda assim, conseguir seguir em frente.
    Sempre vi o Otto como um ‘paizão’ e a Edith como uma mulher amargurada.
    Gostei muito da resenha.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é um dos mais tocantes que já li. O Otto foi realmente um exemplo de pai, mesmo com suas falhas, Anne sempre o amou intensamente.
      Obrigada! beijos

      Excluir
  17. Já ouvi falar muito desse livro mas não sabia do que se tratava, pelo que você disse parece ser uma história muito legal, com pensamentos bem profundos! Adorei a resenha!
    Beijos... Samantha Culceag.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir
  18. Esse livro é tudo, tive que ler para uma cadeira da universidade e simplesmente amei <3 Beijão

    http://adrielina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É lindo! Adoro livros reais como este.
      beijos

      Excluir
  19. Essa história é uma que todos deveriam ler, pois te faz parar pra pensar depois que acaba...
    ótima resenha!

    http://distracoesdiarias.com/

    ResponderExcluir

✖ Antes de tudo leia a postagem
✖ Só comente caso tenha algo - em relação ao post - para dizer
✖ Avise quando seguir o blog, é certo de que seguirei de volta
✖ Deixe sempre o link do seu blog no final do comentário para que eu possa retribuir a visita
✖ Aceito TAGs, basta deixar o link da postagem - também no final do comentário
Obrigada pela visita, beijos!

Instagram

Facebook

Twitter

Subscribe