#Resenha: Do coração de Telmah

22:14

Estou de volta! E agora de férias definitivas do ensino médio e em breve do curso também (uma semana para a liberdade). Hoje vou falar sobre um livro que me chamou atenção há um tempo na biblioteca da escola, porém estava em outra leitura e deixei passar. Quando ainda estava lendo "A Esperança" eu o vi de novo e resolvi pegar dessa vez. O motivo que me fez ficar tão atenta ao livro foi a ideia do escritor: Uma historia escrita em 500 tweets. Vamos lá!

Título: Do coração de Telmah
Autor: Luís Dill
Número de páginas: 128
Editora: Artes e Ofícios
Avaliação: 

A história nasce a partir de uma pergunta que o autor se coloca: é possível escrever um romance usando o twitter? Com essa motivação Luís Dill escreveu essa novela, que vem do coração de Telmah.Uma história em 500 tweets, que estabelece diálogo com Hamlet, peça de Shakespeare na qual a dúvida, a dor e a tragédia estão presentes da primeira à última linha. Essa também a história de Telmah: a dúvida sobre a morte do pai tomando conta de suas vísceras, alastrando-se por todo o corpo e, como em Hamlet, levando-a ao fim trágico.O leitor acompanhará cada pulsação do coração de Telmah através de 500 tweets, nos quais ela vai contando sua história de vingança e dor.O livro tem projeto gráfico e fotos de Tatiana Sperhacke.

Bom, no começo o livro me lembrou As Vantagens de Ser Invisível pelo fato de Telmah não poder dar muitas informações a respeito da pessoa misteriosa que cuida dela e os tweets dela são um pouco como as cartas de Charlie: desabafos. Mas, se Charlie tomou o cuidado de preservar todos e ainda seu verdadeiro nome, Telmah não se intimida e além de revelar seu nome, entrega a família e vários acontecimentos que os envolvem. Telmah me fez lembrar de Hazel Grace, já que, assim como a personagem de A Culpa é Das Estrelas, Telmah está morrendo, porém o resto a historia não lembra nada os enredos de John e  de Stephen: Telmah é uma adolescente que recebe a visita do espirito de seu pai que jura que ter sido assassinado pela esposa e pelo tio de Telmah: Claudio. Depois disso, à pedido pai, Telmah busca vingança. 
Não entendi ao certo quem era o pai da da personagem, deu para entender que era alguém muito importante no lugar onde morava: Morro do El Señor, uma espécie de chefe. Para confirmar a acusação do fantasma, Telmah escreve uma peça teatral que encene a morte do pai e observa a reação dos possíveis criminosos durante a encenação.  E se a mãe parece indiferente, Claudio por sua vez demonstra nervosismo e se ausenta. 
A partir desse ponto não entendi bem a historia. Não sei a doença dela (talvez por descuido na leitura), mas ela apresenta ferimentos, febre e náuseas, e possui alguns pontos. Outro ponto confuso é o namorado de Telmah, Orlando. Eu o confundia com Honório, seu amigo, já que ambos pareciam ter a "mesma relação" com Telmah. Outra dúvida : O pai foi ou não assassinado? O livro não deixou isso bem claro. Depois da peça, Telmah foge de seu esconderijo (mas... Do que ou quem exatamente ela se escondia?) e há uma grande busca por ela.  Serão mesmo Claudio e sua mãe os culpados?  
É o tipo de livro que você lê entre um livro e outro sem muita expectativa. Acho que o autor poderia desenvolver uma historia melhor com o enredo que tinha. A ideia dos tweets foi genial, mas  a história nem tanto. Bastante confusa.

Melhores Frases

Segredo é como mentira. Sempre é preciso um novo segredo para esconder o anterior, uma nova mentira para justificar a primeira.
Tweet número 8
Trocar os pés pelas mãos, ver chifre em cabeça de cavalo. Coisas de Adolecente.
Tweet número 18
Choro por tudo que ficou para trás. Pelo medo de sentir medo.
Tweet número 86

Obs: Percebam que Telmah de trás para frente é Hamlet ;)

Tchauzinho, até a próxima!  Não se esqueçam de deixar um comentário.
Beijos!

You Might Also Like

1 comentários

  1. Não conhecia esse livro e não fiquei muito interessada, principalmente pela sua nota. :/

    Beijos,
    biblioteca-de-resenhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

✖ Antes de tudo leia a postagem
✖ Só comente caso tenha algo - em relação ao post - para dizer
✖ Avise quando seguir o blog, é certo de que seguirei de volta
✖ Deixe sempre o link do seu blog no final do comentário para que eu possa retribuir a visita
✖ Aceito TAGs, basta deixar o link da postagem - também no final do comentário
Obrigada pela visita, beijos!

Instagram

Facebook

Twitter

Subscribe