#Resenha: A breve segunda vida de Bree Tanner

01:25

Olá, leitores!
Estava fazendo um levantamento de livros que eu precisava postar uma resenha no blog e , entre outros, eu logo lembrei do A breve segunda vida de Bree Tanner, se você leu ou assistiu a saga Crepúsculo, ou apenas Eclipse (que por sinal é meu livro favorito da saga), esse nome pode lhe soar familiar. Eu li esse livro no começo desse ano, emprestado de uma amiga, e logo viciei. Não sou fã da saga Crepúsculo, apesar de ter lido todos os livros, mas este me surpreende muito. [contém spoilers]

Nome: A breve segunda vida de Bree Tanner
Autor: Stephenie Meyer
Número de páginas: 190
Editora: Intrínseca
Avaliação: 
Stephenie Meyer oferece aos fãs uma nova perspectiva do universo de "Crepúsculo". Na voz de Bree Tanner, uma jovem vampira integrante do violento exército de recém-criados que assola a cidade de Seattle no terceiro volume da série, "Eclipse", somos apresentados ao lado sombrio da saga. Bree vive nas trevas, sedenta por sangue. Não conhece sua verdadeira natureza e não pode confiar nos de sua espécie. Sua breve história acompanha a semana que antecede o confronto definitivo entre os recém-criados e os Cullen - a última semana de sua existência.

 Resumo

    Bree é uma jovem de apenas 15 anos com uma vida dramática, mas de repente o destino lhe apresenta Riley, um cara incrivelmente lindo que lhe oferece um hambúrguer e uma mudança de vida. De fato, depois de conhecer Riley, a vida de Bree nunca é mais a mesma. O moço a transforma em uma das vampiras para servir o exército de Victória. Para uma personagem um tanto que banal em Eclipse, a vampira surpreende com a sua narrativa de vida de recém-criada. Em um grupo de vampiros, cuja transformação é recente e a sede sempre está presente Bree enfrenta o desafio de se manter viva todos os dias. 
    Seu escudo é Freaky Fred um vampiro que pode criar uma barreira repulsiva ao seu redor, logo,  encontra nele uma ótima maneira de se manter protegida das brigas. Além de Fred, Bree encontra em Diego um amigo (ou seria algo mais?), os dois costumam caçar juntos, e em uma dessas caçadas, por medo de queimar ao sol (já que Riley adverte sobre esse perigo), os dois conversam sobre suas vidas humanas e sobre a transformação, e passam a desconfiar de Riley, mesmo Diego sendo amigo dele, e se perguntar o motivo da criação do exército. Os amigos descobrem que seu líder mentiu ao dizer que se fossem expostos ao sol queimariam, mas ainda assim não revelam a descoberta a ninguém.  
    Ao seguir Riley, Bree e Diego e encontram Victoria (mesmo não sabendo de quem se tratava, nem mesmo seu nome), escondidos ouvem a conversa entre os dois e presenciam a visita dos Volturi que advertem Victoria sobre estar agindo ilegalmente e lhe dão um prazo para acabar com os Cullen. Bree volta para casa, mas Diego fica para conversar com Riley sobre a descoberta do sol, porém Riley volta sozinho entregando aos recém-criados a missão de exterminar os Cullen, e a diz a Bree que Diego foi trabalhar com Victoria e estará de volta para a batalha.

Quando chega o dia da batalha, Fred resolve fugir, mas Bree não o acompanha, pois precisa se encontrar com Diego. Chegando no local do confronto, Bree se surpreende ao ver seu bando destruído pelos Cullen, e como não sente o cheiro do sangue de Diego imagina que Riley já o tenha matado.  Quando Carlisle a encontra, Bree não ataca e nem tenta se defender, fazendo com que Esme sinta pena e ofereça-a a chance de se render. 
    Quando os Volturi chegam e são informados pelo acontecido, Bree descobre que são os mesmos vampiros que visitaram Victoria, e espera que Edward leia seus pensamentos (como Riley já havia falado). Mesmo com os Cullen se oferecendo para cuidar de Bree, os Volturi não fazem concessão.

Minha Opinião

    Esse livro mostra o lado mais sombrio e violento que até então fora ignorado nos outros livros, já que a visão que tínhamos era sempre a de Bella sobre os perfeitos Cullen, não podendo assim observar o lado cruel e o pensamento de um recém-criado. A breve segunda vida de Bree Tanner mostra a importância de Carlisle e sua compaixão. Honestamente, acho a história de Bree e Diego mais emocionante do que de Bella e de Edward, já que os jovens recém-criados têm um impasse maior a resolver: Foram criados para matar. É um livro para se ler sem grandes expectativas, de linguagem fácil, não há uma grande mensagem no final, apenas o desejo de que a vida de Bree não fosse assim tão breve.

Frases

Diego sorriu pra mim, seu rosto bonito sob a luz do sol,e, de repente, com um forte calafrio na barriga, percebi que toda aquela coisa de melhor amigo para sempre já era. Para mim, pelo menos. Foi rápido assim. (Bree sobre Diego)
 - Ah, Bree. Seja minha melhor amiga para sempre. Por favor?
Diego ainda brincava mais seu sorriso era mais largo e… esperançoso. Ele estendeu a mão.
Dessa vez eu bati na mão dele com vontade, cumprimentando-o de verdade, sem perceber que ele tinha outra intenção até sentir seus dedos segurando os meus. (Bree e Diego)
 Ele olhou nos meus olhos, e eu esperei que seus lábios se abrissem naquele sorriso fácil, que ele fizesse alguma piada sobre ninjas ou melhores amigos para sempre.
Ele não fez. Nem sorriu. Em vez disso, inclinou-se lentamente, sem desviar os olhos dos meus, e me beijou. Os lábios lisos encontraram os meus por um longo segundo enquanto nos olhávamos. (Bree sobre Diego)
 Esquisito. Diego era esquisito. O jeito como ele falava, como uma pessoa conversando normalmente. Sem hostilidade, sem desconfiança. Como se não estivesse pensando em quanto seria fácil ou difícil me matar naquele exato momento. Estava apenas conversando comigo. (Bree sobre Diego)
 O sorriso dele ficou então mais suave. Seus olhos refletiam os meus, alertas. Tudo em nós era encanto e luz. Ele tocou meu rosto, como havia tocado minha mão, como se estivesse tentando entender o brilho.
— Tão linda — disse, e deixou a mão descansar em minha face. (Bree sobre Diego)
Quem era aquela garota? Porque os vampiros a aceitavam no bando? Porque ainda não a haviam matado? Porque ela parecia tão confortável entre eles, como se não a assustassem? Ela parecia fazer parte daquele mundo, mas também não compreendia suas realidades. (Bree sobre Bella)

Alguém aí já leu o livro? Ou é fã da saga? Conte-me a experiência de vocês com a história. Até a próxima!

You Might Also Like

17 comentários

  1. Sou apaixonada por livros, mais quando começo a ler são dois anos para terminar :)

    filrosa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. @Fil Rosa haha o importante é ler e absorver, certo? :)

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho ele aqui a mais de anos e até agora não senti aquela vontade de ler, sua resenha me deixou com um pouco de vontade (confesso que não muita) por comentar que ele mostrou o lado mais sombrio.

    Beijos
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
  4. @Bia Rodrigues Pois é. Esqueça o amor, o lado que tudo dá certo.. Bree e Diego são o oposto de Bella e Edward.

    ResponderExcluir
  5. Oiii...
    Olha só ainda não conhecia o livro, foi bom entrar aqui e ver sua resenha..
    Eu gosto muito da autora, apesar de não ter lido Crepúsculo, mas comecei a gostar dela quando li A hospedeira. Gosto da narrativa dela.
    Estava mal informada, nem conhecia esse...rs
    Seguindo..

    beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. @Leticia Infelizmente não é um livro muito conhecido. Obrigada por seguir, irei retribui.

    ResponderExcluir
  7. Eu lembro quando li esse eu amei! s2

    bjus

    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oie Lud, tudo bem?
    Espero que sim, na verdade quando ganhei o livro fiquei com receio de ler pensei: "nada a ver a Stephenie escrever esse livro" Foi ai que quebrei a cara, gostei da Bree instantaneamente esse é o erro ou acerto do leitor, mas com a própria autora diz para nos leitores não nos apegarmos muito a Bree pelo seu triste fim.
    Queria muito que Bree e o Diego tivessem tido mais tempo, mas enfim amei esse livro!!
    Parabéns pelo ponto de vista: D
    Bjs!

    http://coisasdeanalima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li esse livro, mas a maioria dos comentários que vejo é sempre positivo.
    Beijoos ;**

    leitoraonline.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. @Ana Lima Obrigada! Realmente é um livro que você lê sem muita expectativa, tipo "só uma personagem banal", mas a história de Bree é encantadora.

    ResponderExcluir
  11. Oi, indicamos seu blog ao selo "The Versatile Blogger Award".
    Confira nesse link: http://blogliterariopalavrasaovento.blogspot.com.br/2013/11/the-versatile-blogger-award.html

    Sucesso! Equipe do Palavras Ao Vento.

    ResponderExcluir
  12. Já li a Saga Crepúsculo e morro de vontade de ler esse livro. Talvez eu ainda compre! Abraços...
    http://livrolatraapaixonado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Lud :)
    Não sou fã de Crepusculo, juro que tentei gostar mas a saga não desceu "redondo" kkkkk
    Gostei bastante da tua resenha mas como não li nenhum dos outros livros vou deixar passar.

    Beijos
    Books and Movies
    http://leiturae7arte.blogspot.com.br
    @BooksAndMovies_

    ResponderExcluir
  14. @Jessica Oliveira A Breve Segunda Vida de Bree Tanner dispensa a leitura da saga, você só precisa saber do básico para entender a história, ela é bem independente.

    ResponderExcluir
  15. Lud li esse livro hoje, fiquei adiando tanto a leitura, aí hoje de manhã peguei e pensei vou ler A Breve Segunda Vida de Bree Tanner. Li em menos de um dia, e sabe minha opinião? EU AMEI!!!!
    É muito bom, super recomendo!!!
    Beijos
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

✖ Antes de tudo leia a postagem
✖ Só comente caso tenha algo - em relação ao post - para dizer
✖ Avise quando seguir o blog, é certo de que seguirei de volta
✖ Deixe sempre o link do seu blog no final do comentário para que eu possa retribuir a visita
✖ Aceito TAGs, basta deixar o link da postagem - também no final do comentário
Obrigada pela visita, beijos!

Instagram

Facebook

Twitter

Subscribe