Aquele sobre o amor verdadeiro

00:40

E eu fui cega e não enxerguei toda a sua beleza, não percebi que ela era tão grande que não podia ser exposta. A sua beleza teve que ser escondida, para não causar constrangimento aos demais. E eu procurei, juro para você, olhei bem nos seus olhos, eram gentis, mas ainda assim não vi beleza. Olhei para sua boca, e apesar de ser convidativa, não achei atraente. Procurei no seu cabelo, no seu corpo, no dedão do seu pé, e não achei nada, nada que me explicasse o porquê de estar apaixonada por você. Mas eu sabia que havia algo de belo ali, em algum lugar entre seu pescoço e sua cintura. Algo ali me chamava atenção. Você não tinha nem de longe um corpo bem definido, mas eu sentia que era algo por ali. Talvez ali por dentro, debaixo de toda aquela pele, tecidos, células, vasos sanguíneos... Talvez estivesse o tempo todo ali. Talvez se eu reparasse nas batidas do seu coração, eu saberia, que a sua beleza estava ali, sempre esteve.

You Might Also Like

0 comentários

✖ Antes de tudo leia a postagem
✖ Só comente caso tenha algo - em relação ao post - para dizer
✖ Avise quando seguir o blog, é certo de que seguirei de volta
✖ Deixe sempre o link do seu blog no final do comentário para que eu possa retribuir a visita
✖ Aceito TAGs, basta deixar o link da postagem - também no final do comentário
Obrigada pela visita, beijos!

Instagram

Facebook

Twitter

Subscribe